Fundamentos

Símbolos do autismo: saiba quais são e os significados

Os símbolos do autismo foram criados para representar a diversidade presente nas pessoas diagnosticadas com Transtorno ...


Os símbolos do autismo foram criados para representar a diversidade presente nas pessoas diagnosticadas com Transtorno do Espectro do Autismo (TEA) e suas famílias.  Ou seja, gerar identificação, inclusão e acabar com o preconceito.

Além disso, essas imagens podem ser usadas em diferentes lugares para expressar engajamento na causa da conscientização sobre o autismo e demonstrar a inclusão social por meio do acolhimento aos autistas e seus familiares

No Dia Mundial da Conscientização do Autismo, 2 de abril, por exemplo, a fita do quebra-cabeça é usada em vários monumentos mundo afora, com uma iluminação azul  no intuito de conscientizar sobre a causa.

Mas vale ressaltar que este não é o único símbolo do autismo, e essa representação em laço e quebra-cabeça tem sido bastante criticada de uns anos para cá. Para entender mais sobre os símbolos do autismo, leia esse artigo que escrevemos para explicar quais são, os significados e quem se sente representado por eles. 

Logotipo da neurodiversidade

Criado pelos próprios autistas, o logotipo da neurodiversidade é o símbolo mais aceito pela comunidade autista. Ele consiste em um sinal do infinito nas cores do arco-íris. Esse símbolo do autismo é utilizado como uma alternativa à fita do quebra-cabeça e celebra a esperança e a diversidade de expressão dentro do espectro.

 

Símbolos do autismo: o logotipo da neurodiversidade tem o formato de um 8 deitado (msmo símbolo do infinito) e é das cores do arco-íris, começando vermelho do lado esquerdo, passando pelas cores laranja, amarelo, verde, azul e finalizando com um lilás clarinho

Fita de conscientização do autismo

Em 1999 foi criado o símbolo do autismo que conhecemos até os dias de hoje: uma fita formada por peças de quebra-cabeça coloridas. O objetivo desta figura era conscientizar sobre o TEA. 

O símbolo também é popular para demonstrar apoios à causa e informar a população sobre os direitos de quem está no espectro. Por esse motivo, é comum que você encontre esse símbolo em placas de filas preferenciais em farmácias e supermercados, por exemplo. 

Símbolos do autismo: a fita de conscientização do autismo é formada por peças de quebra-cabeças nas cores azul, vermelho, amarelo e lilás (podem variar nas cores)

O que significa a fita do autismo? (fita do quebra-cabeça)

A fita da conscientização, também conhecida como fita do quebra-cabeça ou fita do autismo, reúne vários significados:  

  • Peças do quebra-cabeça compondo a fita em cores diferentes: representam a diversidade de famílias que têm integrantes autistas e sua inclusão social
  • Cores vivas e brilhosas: a vivacidade das tonalidades da fita do autismo simboliza a esperança em relação às intervenções e à conscientização da sociedade como um todo. O  que resulta na inclusão das pessoas que fazem parte do espectro.

Quebra-cabeça: um símbolo refutado pela comunidade autista

Criado em 1963 pela Autism Society e popularizado pela Autism Speaks, o quebra-cabeça é o mais antigo símbolo do autismo. No entanto, ele não é bem aceito pelos autistas. Isso porque um de seus significados é justamente a dificuldade em compreender pessoas no espectro do autismo.

Para quem está no espectro, essa interpretação traz mais prejuízos à causa do que ajuda no entendimento do autismo.

 

Símbolos do autismo: o símbolo do quebra-cabeça tem o formato de um quadrado e quatro peças (duas em cima e duas embaixo)encaixadas uma na outra. Suas cores são: azul, amarelo, vermelho e verde

Autismo e a cor azul

O Dia Mundial de Conscientização do Autismo, uma iniciativa de instituições internacionais ligadas ao TEA, é comemorado no dia 2 de abril. E nesta data, alguns prédios recebem a iluminação azul.

Assim como o quebra-cabeças, a cor azul foi escolhida para representar o TEA devido ao grande número de diagnósticos em meninos – 4 meninos para cada 1 menina no espectro.

Especialistas acreditavam, assim, que meninos eram mais propensos ao diagnóstico do que meninas, mas anos mais tarde essa afirmação começou a ser refutada, especialmente porque começaram a surgir indícios de que meninas poderiam ser menos diagnosticadas devido ao fato de conseguirem camuflar os sinais de autismo.

A opinião de uma autista sobre os símbolos do autismo

Para refletir sobre assuntos como esse, é necessário ouvir vozes como a da UX designer Joyce Rocha, que descobriu o autismo na vida adulta Por isso, a convidamos para comentar seu ponto de vista a respeito dos símbolos do autismo. Confira como a comunidade recebe essas simbologias segundo ela:

Símbolo do quebra-cabeça x Símbolo do infinito

“Uma coisa que eu escuto bastante dos autistas e das pessoas neurotípicas no geral é que grande parte não se sente muito representada pelo símbolo do quebra-cabeça.

O quebra-cabeça foi criado por um médico. Já o símbolo do infinito foi criado pela comunidade [autista]. Ele trata da neurodiversidade em si, então é um símbolo legítimo, porque é um símbolo que as pessoas que estão dentro desse universo criaram para se sentir mais representadas”. 

Dia do Orgulho Autista e da Neurodiversidade

“A neurodiversidade tem o dia comemorado, que é dia 18 de junho, Dia do Orgulho Autista aqui no Brasil. O mês de junho também foi escolhido até mesmo pela referência do movimento LGBTQIA+, que fala de sexualidade e que é muito amplo. 

Tem várias possibilidades de você se identificar na questão da orientação sexual, da questão de gênero e a neurodiversidade vem com esse lugar também de identificação, mas muito no aspecto da diversidade de se pensar. Então, o símbolo do infinito veio por causa disso, porque é muito diverso. Se a gente pegar somente o autismo e ver o espectro, já existe uma diversidade muito grande ali”.

E a gente ainda vai considerar TDAH, altas habilidades, dislexia e muitos outros quadros. Muitas outras características são múltiplas. Diversidades existem e o infinito faz sentido nessa questão”.

Você pode se interessar também

Receba novos conteúdos por email

Enviamos semanalmente novas edições da nossa newsletter, com conteúdos científicos sempre atualizados para você e sua família.