Fundamentos

Estratégias preventivas: como evitar crises no autismo

As crises podem ser comuns em crianças com Transtorno do Espectro do Autismo (TEA), mas o que muitas famílias não sabem ...


As crises podem ser comuns em crianças com Transtorno do Espectro do Autismo (TEA), mas o que muitas famílias não sabem é que existem formas de evitar que elas aconteçam. Chamamos isso de “estratégias preventivas”, o que significa que, investigando o comportamento a fundo e conhecendo aquela criança, é possível inserir táticas na rotina que vão ser essenciais para o manejo das crises.

Mesmo que cada criança seja única, e seu contexto social seja diferente, algumas estratégias específicas podem ajudar, se forem adaptadas para aquele indivíduo de acordo com seus gostos, preferências e dificuldades. Abaixo, citamos algumas delas que podem ajudar a evitar crises. 

Estratégias preventivas para crises no autismo

Invés de negar, ofereça alternativas

Muitas das crises ocorrem quando a criança se recusa a fazer uma tarefa ou cumprir um compromisso. Exemplo: está na hora de dormir, mas ela não quer desligar a TV ou parar de brincar no tablet. 

Nesse caso, ao invés de confrontá-la diretamente, você deve esclarecer qual o momento e oferecer opções para ela escolher. Exemplo: “Está na hora de dormir. Você prefere colocar o pijama do Super-Homem ou do Batman?”.

Trabalhe a previsibilidade

Uma quebra de rotina repentina pode ser desestabilizadora para uma pessoa no espectro do autismo. Por isso, é comum que algumas crises ocorram quando algo não planejado ou informado previamente acontece. Exemplo: a criança está assistindo TV e você a desliga sem avisar para que ela possa almoçar. 

Embora não seja possível prever todas as situações e avisá-la previamente, você pode trabalhar a previsibilidade nas pequenas ações. Neste mesmo exemplo já citado, seria melhor informá-la que o horário do almoço se aproxima e que, há contar 10 minutos daquele momento, você desligaria a TV. Se quiser, pode até colocar um despertador ou cronômetro que sirvam como pista visual para ela. 

Investigue cada comportamento e crise, e anote! 

Eu sei que já falamos isso em outros artigos, mas é essencial adquirir o hábito de investigar cada comportamento e crise a fundo, e anotar tudo que perceber em um caderno. Essa prática vai te fazer entender melhor cada etapa: antecedente, comportamento e consequência, e elaborar estratégias preventivas que podem ser benéficas no futuro! 

Leia também

E se meu filho tiver uma crise quando eu não estiver por perto?

Fontes

Conteúdo de Estratégias Preventivas - Cuidar Genial

Similar posts

Get notified on new marketing insights

Be the first to know about new B2B SaaS Marketing insights to build or refine your marketing function with the tools and knowledge of today’s industry.